Entenda a Diferença entre Dashboard e Relatório

É muito comum as pessoas assimilarem as duas palavras e de cara definir Dashboard como um modelo de relatório. O que elas não estão acostumadas a ouvir é que cada um dos termos apresentam diferentes significados.

Para clarear a ideia na sua cabeça e ajudar você a escolher o melhor modelo para utilizar no seu negócio, vamos definir os dois conceitos e apresentar a diferença entre eles.

Dashboard não é relatório!

Já vimos na matéria O que é Dashboard? Entenda os benefícios dessa ferramenta no seu negócio, que Dashboard é um painel de controle que apresenta dados relevantes sobre a empresa através de indicadores e gráficos que favorecem a sua leitura e interpretação das informações.

O painel que é exibido em uma única tela tem como objetivo central monitorar, acompanhar e auxiliar a tomada de decisão dos profissionais, além de gerar insights fundamentais para a evolução da empresa.

E o que é relatório?

A definição mais simples para esse termo é dizer que relatório é um documento que oferece resultados de uma ação realizada em um determinado período ou situação.

Podemos dizer que um relatório é uma fotografia de dados, ou seja, uma vez que criado e finalizado, as informações não podem ser alteradas ou até mesmo complementadas.

Dashboard x Relatório

Vamos às comparações dos dois conceitos para você terminar essa leitura sabendo de fato qual será a escolha mais certeira para o seu negócio.

Foram escolhidas as principais características de cada um e criada uma pontuação para deixar evidente as vantagens e eficácia de um dos modelos apresentado.

D x R

#Atualização das informações

Com dashboard você pode acompanhar as atividades em tempo real através de gráficos e tabelas interativas, enquanto o relatório apresenta informações engessadas e apenas disponíveis ao termino da ação.

Ponto para o dashboard.

D 1 x 0 R

#Interpretação dos resultados

Algumas pessoas tem dificuldade de entender tabelas e gráficos e até se assustam quando se deparam com planilhas.

Um relatório pode ser apresentado em formato de texto e com certeza atende a preferência desse público. Já o dashboard abusa nos formatos visuais, pois pode ser apresentado apenas com gráficos e tabelas dinâmicas.

Ponto para o relatório.

D 1 x 1 R

#Velocidade para coletar dados

Para produzir um dashboard é necessário apenas conectar sua conta do AdWords, Google Analytics, Facebook e Instagram, em ferramentas que criam dashboard e pronto, painel criado. Mas, existem também plataformas online que criam relatórios dessa mesma maneira. Portanto, ponto para os dois.

Obs: Existem ferramentas como a da Keep.i que geram esses dados em apenas 5 minutos e otimizam o tempo do profissional.

D 2 x 2 R

#Acompanhamento das atividades

O desenvolvimento das atividades pode ser acompanhados em tempo real através de um dashboard. Já o relatório precisa ser gerado sempre que um novo dado ou período precisa ser verificado.

Ponto para o dashboard.

D 3 x 2 R

#Encontrar solução

Ambos conceitos proporcionam dados necessários para criar conclusão e solucionar algum problema do negócio.

Empate. Um ponto para cada.

D 4 x 3 R

#Otimização de recursos

O Excel é uma ferramenta que, mesmo não sendo muito familiarizada para todos, é mais conhecida do que muitas outras plataformas por ai. Criar um dashboard em ferramentas como essa não é nada eficaz justamente pela flexibilidade que não proporciona. Mas criar um relatório através desse tipo de ferramenta pode ser mais vantajoso para uma empresa pelo fato de ser uma plataforma mais acessível e robusta

Por fazer parte do pacote Office, a empresa não perde tempo procurando diferentes plataformas para realizar esse tipo de serviço. Fora isso, muitas das plataformas especializadas em relatórios são pagas e nenhuma empresa está interessada em gastar ainda mais com esse tipo de ferramenta e perder tempo capacitando seus colaboradores para utilizar o sistema.

Por esse quesito, o relatório se torna mais interessante para as empresas.

Ponto para o relatório.

D 4 x 4 R

#Compartilhamento  

Tanto relatórios quanto dashboards são documentos que na maioria das vezes precisam ser apresentados ou compartilhados, seja para gestão, alta administração, equipe ou clientes.

Com o dashboard você pode compartilhar o link do painel com qualquer pessoa sem correr o risco dela editar o seu documento. Já relatórios criados em ferramentas comuns (off-line), permitem esse bloqueio de edição de documento, mas não estão protegidas contra o erro humano.

Logo, o dashboard garante a segurança e precisão dos seus dados.

Ponto para o dashboard.

D 5 x 4 R

#Participação colaborativa

Além das questões mencionadas anteriormente, um dashboard compartilhado é acessível a todas as áreas da empresa e isso pode promover a participação integrada das equipes e gerar maior comprometimento em alcançar os objetivos do negócio.

Ponto para o dashboard.

D 6 x 4 R

Placar Geral:

A principal diferença entre eles é que enquanto o relatório é a fotografia de dados, o dashboard possui a flexibilidade de analisar não só um período, mas também comparar, a qualquer momento, as informações por dia, semana, mês e ano.

A questão do visual também pode ser considerada outra principal diferença, pois um relatório, que seja Excel, Power Point ou até mesmo Photoshop, necessita de muito empenho e esforço unificar todos os dados em um único espaço ou aba. Já o dashboard, consegue reunir todas as informações em uma única tela facilmente, simplificando a leitura dos dados.

Fora que a apresentação dessas informações para qualquer público relacionado à empresa pode ser facilmente entendida, mesmo para aqueles que não entendem nada sobre métricas e indicadores.

Mas, complementando as comparações, podemos dizer que os dashboards atendem melhor as demandas do mercado competitivo, pois no mundo conectado as empresas precisam tomar decisões estratégicas com velocidade e o dashboard propõe agilidade para essa ação, levando o profissional a realizar a melhor escolha através dos dados que podem ser diariamente acompanhados.

Vale lembrar que, como vimos no último artigo, qualquer empresa que pratique atividades que podem ser mensuradas e acompanhadas devem utilizar esses métodos para melhorar a gestão. O data-driven ou, decisão com base em dados, é premissa hoje para qualquer negócio.

Ambos os conceitos pode ser utilizados para compreender melhor os resultados de qualquer plataforma como Facebook, Analytics, Instagram ou qualquer outro tipo de serviço e atividades da empresa. O fator decisivo está na necessidade de cada negócio.

Espero que tenha ficado claro para você a grande diferença entre ferramentas, e se você tinha alguma dúvida como utilizar um dos modelos na rotina da sua empresa, agora você sabe escolher aquilo que vai de fato ajudar e facilitar o seu dia a dia.

Tanto dashboards quanto relatórios, são essências para você que analisa e compartilha resultados e informações. Basta você escolher o que comunicará melhor o trabalho realizado.

E se você quer entender melhor como criar um dashboard, veja o artigo 5 regras importantes para construir um dashboard gerencial e entendagerenciar melhor o seu negócio.

#BONUS

Você pode ter sua primeira experiência com dashboard clicando aqui, utilizando nosso Teste Grátis de 7 dias. Mas se você já utiliza esse tipo de ferramenta, não tem problema, também está convidado para experimentar a nossa plataforma e ver com os próprios olhos a eficiência e benefícios que um dashboard gerencial pode trazer.

Leia também nosso artigo Por que um dashboard de marketing digital é importante para a sua estratégia? e veja qual tipo de dashboard é o ideal para o seu negócio.

Entenda a Diferença entre Dashboard e Relatório
Share this

Assine nossa newsletter