/ Usando o Google Analytics

Como usar o modelo de atribuição do Google Analytics

Um dos principais desafios das marcas que possuem diferentes canais de aquisição digital é entender qual é o tráfego capaz de gerar maior conversão em vendas. Apesar da ascensão digital ter sido constituída exatamente pela capacidade de medição de resultados de investimento, a ausência de um modelo de atribuição dificulta o entendimento do êxito alcançado pelo seu planejamento estratégico.

Você sabia que o relatório de Aquisição no Google Analytics usa 1 de 7 modelos de atribuição disponíveis?

Os 7 modelos de Atribuição:

  1. Last Interaction
  2. First Interaction
  3. Linear
  4. Time Decay
  5. Position Based
  6. Last Non-Direct Interaction
  7. Last AdWords Click

First Interaction: popularmente conhecido como modelo de atribuição de primeiro toque:  esse modelo atribui 100% de crédito às primeiras interações.

Linear: este modelo atribui crédito igual a cada interação em um caminho de conversão.

Time Decay: esse modelo atribui mais crédito às interações que estão mais próximas no tempo da conversão.

Position Based:este modelo atribui crédito ponderado à primeira interação, interação intermediária e última interação.

Last Non-Direct Interaction:  esse modelo atribuitodo o crédito de conversões ao último clique não direto em um caminho de conversão.

Last AdWords Click: esse modelo atribui todo o crédito de conversões ao último clique do Google AdWords em um caminho de conversão.

Todos os relatórios dos funis multicanais estão bloqueados em um dos sete modelos de atribuição do Google Analytics, que é último canal não direto.

Isso significa que, quando você visualiza seu relatório de Aquisição> Todo o tráfego> Canais, 100% do crédito irá para o último canal não direto.

Agora sendo racional e vendo apenas com os números, você apostaria nos outros canais? Partindo desse pensamento, não me parece muito efetivo. Ainda que sua campanha possa obter um GOAL que teve como ponto de partida aquele vídeo patrocinado no Facebook, não me parece muito justificável esse investimento se não possui o dado em mãos, correto?

Por que você deve se preocupar com os modelos de atribuição?

Saber quais são os modelos de atribuição e como eles funcionam é realmente importante.

Ignorar os canais que podem estar trazendo a visibilidade para sua marca e dando suporte ao cliente durante sua jornada de compra é apenas um dos problemas que não possuir um modelo de atribuição pode causar.

Como ativar o modelo de atribuição no Analytics?

Quer dar uma visão melhor, mais honesta e equilibrada sobre como seus canais de marketing estão trabalhando para você. Então vamos começar?

Etapa 1: Comece marcando seus canais de marketing usando o Relatório de Aquisição. Deixe anotado que isso está dando crédito de conversão para o último canal não direto.

Etapa 2: Mostre como os canais funcionaram em Conversões Assistidas. Você encontrará esse relatório em Conversões> Funis multicanais> Conversões Assistidas. Este relatório mostrará quais canais ajudaram na obtenção dessas metas!

É importante também saber que os relatórios de funis multicanais está sendo executado em uma API de relatórios diferente dos relatórios de aquisição sobre os quais acabamos de falar. A principal diferença é como eles tratam o tráfego direto. No relatório de canais de aquisição, é o último canal não direto a obter 100% do crédito, comparativamente, nos relatórios de funil multicanal – funciona no último clique, portanto, se o Direct foi o último ponto de contato, o Direct receberá 100 % do crédito.

Você tem a opção de alternar entre o agrupamento de canais do MCF e o agrupamento de canais padrão no relatório.

Etapa 3: Consulte a ferramenta de comparação Modelo de atribuição encontrada em Conversões> Funis multicanais> Atribuição> Comparação de modelos. Aqui, você pode ver como são as conversões ao mover-se entre os sete modelos de atribuição no GA, listados abaixo. Você pode brincar aqui com modelos diferentes, MAS você não pode mudar o fato de que os relatórios agrupados do MCF são padronizados como último clique não direto.

Como usar o modelo de atribuição do Google Analytics
Share this

Assine nossa newsletter